[ Resenha ] O Vale de Elah - Carla Montebeler

2
Música tema da resenha: Aline Barros - Ressuscita-me

Bom dia! 
Hoje trago para vocês a resenha de O Vale de Elah da Escritora Carla Montebeler, que faz parte do Book Tour que estou participando.

O Vale de Elah que dá nome a este livro, de fato, existe. O Vale localiza-se no centro de Israel. Comumente conhecido por ter sido palco da batalha entre Davi e Golias. (1 Sam. 17:2, 19).

O livro conta a história de Samah, um jovem guerreiro. Mas este jovem nem sempre fora um guerreiro e nem imaginava um dia se tornar um. Samah é descendente da tribo dos Benjamitas, e mora numa região próxima de Belém. Ele nunca tivera riquezas, e após a morte de seu pai as finanças da família pioraram. Sua família agora era constituída por sua mãe e duas irmãs e seu pequenos contingente de ovelhas; sua ocupação se resumia a ser pastor de ovelhas.

Sua mãe assim como a maioria do povoado em que vivem, acreditam que a felicidade se resume a ter muito dinheiro, mas Samah sempre discordara; sempre acreditou que os princípios e ensinamentos lhes transmitidos ao longo de sua vida eram sua grande riqueza, além claro da sua fé inabalável em Yawer e confiança incondicional nele. Cria que com esforço e ajuda dele poderia alcançar tudo.

A cidade em que vivia estava sobre o domínio do rei Saul, um reino rico, mas todos viviam como se fossem escravos. Samah estava imerso a uma realidade nada favorável, via as coisas piorarem rapidamente e seu futuro condenado.

Ele ouvia falar da existência do Vale do Elah, uma espécie de terra prometida em que as pessoas que desejavam recomeçar e sem rumo iam. Era uma espécie de povoado que renovava a esperança das pessoas e se assentava na região de Adulão, nas redondezas desse vale. Sob o comando de Davi, muitos se tornavam guerreiros e todos viviam como uma grande família. 

E esse Vale será responsável por uma grande mudança na vida de Samah.

Minhas impressões


Não esperava que esse livro fosse me encantar como assim o fez. Foi uma surpresa muito boa!

A história de Samah pode ser trazida para a atualidade, se assemelha à de pessoas como nós. Samah era um jovem que tinha sonhos, princípios, mas que era oprimido por seu povo e sua mãe; incompreendido. 

Motivado por sua fé e perseverança, acreditou que existia algo especialmente preparado para ele. Que apesar de tudo que via e discordava, chegaria o momento em que teria as suas respostas.

O Vale de Elah, é um livro que fala, sobretudo de Fé e Esperança. Em inúmeros momentos de nossas vidas vivemos em uma realidade em que não desejamos e ficamos desesperançosos no futuro e de repente, encontramos um caminho, e mesmo que nos pareça absurdo por um momento e que seja difícil trilhar é o caminho certo a ser seguido.

Livro belíssimo, que pelo seu enredo simples conquista o leitor. Esse é o primeiro volume da saga de Samah; muitas coisas ainda estão por vir.

A sequência de O Vale de Elah – As Crônicas de Adulão 1 tem lançamento previsto ainda para dezembro deste ano, segundo contato feito com a autora. Poderá ser adquirido na versão impressa e no formato digital, na Amazon.com.br. 

* Conheça mais sobre a Escritora Carla Montebeler: aqui
* Adquira o livro na Editora Multifoco: Aqui
* Adquira o livro na Amazon.com.br: Aqui
* Curta a fan page do livro no Facebook: Aqui
* Adicione o livro no Skoob: Aqui


[ Resenha ] Eu Te Amo Mais - Vanessa Sueroz

1

Nesse Conto, conhecemos a história de amor entre a Marlene e o Rodrigo. São cartas trocadas entre eles. Quem inicia o envio das Cartas é a Marlene e nela ela enumera as razões pelas quais ama mais o Rodrigo do que ele, a ela.

Eu confesso, adorei esse Conto é bem divertido pois somos apresentados a duas versões de um mesmo relacionamento, e é bacana percebermos como Homem e Mulher tem visões distintas quando o assunto é o Amor e como cada um defende seu ponto de vista de forma muito particular. 

Os Contos estão me conquistando, apesar de curtos eles muitas vezes se revelam encantadores e permitem ao leitor dar o seu final para a história lhe apresentada.

Gosto das obras da Vanessa Sueroz pois sempre revelam enredos românticos e meigos. Esse Continho, fala sobre um relacionamento de muitos anos e de como é lidar com as diferenças. Muito legal.

Leiam e se divirtam com Eu Te Amo Mais.

* Para adquirir na Amazon: aqui.
* Adicione o Conto no Skoob: aqui
* Conheçam as outras obras da Vanessa Sueroz disponíveis na Amazon: aqui
* Visitem o seu Blog pessoal: aqui


[ Resenha ] de Agonias Ilustradas - Jeferson Bandeira

4

Bom dia leitores!

Hoje trago para vocês um livro que assim como a sua apresentação é uma caixinha de surpresas.

Agonias Ilustradas é um livro de micronarrativas, composto por 108 textos. E é dividido em 3 atos: Breviário, Obsoleto e Cartas na Manga.

Inicio falando da estética do livro, eu adorei a proposta das cartas, antes mesmo de saber do que se tratava o livro já me chamou à atenção, é um livro compacto e que você pode ler quando quiser e levá-lo para todos os lugares. Além também de ser interativo, pois pode ser compartilhado com os amigos, por exemplo.
As cartas que representam cada micronarrativa não são em vão; cartas de um jogo são aleatórias, os jogadores nunca sabem ao certo qual carta será usada pelo outro e no livro temos essa ideia, da surpresa,  a cada micro lida novas emoções nos são apresentadas. O seu estado de espírito também influenciará na sua percepção. O livro instiga seus sentidos, senso crítico e gostar de uma e não, de outra micronarrativa dependerá também da sua experiência pessoal da vida.

Com relação ao conteúdo, eu apreciei bastante. O Jeferson usa um toque de humor em boa parte do livro, em muitas delas chega a ser "negro", e eu adorei isso porque ele retratou apenas as mazelas sociais, a verdade. Descortinou a hipocrisia e a colocou em evidência.

É um livro que retrata a fiel realidade sem retoques. Demonstra como estamos imersos numa sociedade "doente", presa em conjecturas pré-estabelecidas, à costumes. Pessoas que vivem de aparências, que crescem da dor infligida ao outro, do egoísmo; vivemos em um intenso jogo de interesses a todo tempo. 

Existem momentos mais brandos e outros mais pesados. Alguns são bem bonitos quando tratam do nascimento, do amor e da esperança.

Os temas abordados são os mais diversificados possível, como o amor, vícios, nascimento, morte, depressão, tristeza, alegrias, etc. Temas que fazem parte cotidiano, e que acometem a todos em algum momento da vida.
Aqueles que mais aprecie foram os entitulados como: Felicidade Clandestina, Salto para o nada, Amor de Carnaval, Tênue elo, Paraíso Fiscal, Perplexo, Amores Virtuais e Teórico.

Enfim, adorei o livro e recomendo a todos. Admiro a coragem do Jeferson por ter se aventurado e abraçado essa ideia de dispor o  livro como cartas, atitude arriscada mas que na minha opinião, foi muito feliz. 

* Conheçam e curtam a fan page de Agonias Ilustradas no Facebook: aqui.
* Adicione o Escritor Jeferson Bandeira no Facebook: aqui
* Sigam o autor no Twitter: aqui

  • Ficou  interessado?  Agonias Ilustradas pode ser adquirido por R$ 10,00 diretamente com o Jeferson. Entre em contato através de seu perfil no Facebook (acima mencionado) ou por e-mail no jeferson_bandeira@hotmail.com


Novas Parcerias #2 - Outubro

4





Bom dia!!! 

Feliz da vida aqui, mais dois parceiros do Blogando linhas, dessa vez os dois são Escritores.

Há alguns dias atrás divulguei aqui no blog sobre o primeiro Book Tour do livro " A Garota das Cicatrizes de Fogo", pois é havia esquecido de anunciar a parceira com o Escritor.

  • Então o primeiro a ser anunciado é o Escritor Ricardo Ragazzo.


Ricardo Ragazzo é bacharel em Direito, blogueiro, escritor e jogador de RPG. Aos 35 anos de idade mora em São Paulo com sua esposa, filho e beagle. Além do recém lançado livro "A Garota das Cicatrizes de Fogo" é autor também de "72 Horas para Morrer", que é seu primeiro thriller e "a.C. d.C. - antes destes contos, depois desses contos".

Fonte: Skoob


  • A segunda parceria é com a Escritora Carla Montebeler.



Carla Cristina Montebeler estudou História e Teologia e lecionou durante anos nas escolas dominicais das Igrejas Batistas em Belo Horizonte, onde sua paixão pela história hebraica era notória.

“Quando fiz uma brincadeira com uma amiga do trabalho sobre uma situação desigual de forças, dizendo que seria como Davi e Golias, e ela não entendeu a piada, percebi o quanto minha geração ignora uma história e uma cultura tão interessante quanto a de Israel. Acho que foi ali que Samah nasceu, contando para seus netos como Yaweh escreveu a história deles.” Diz Carla sobre a série As Crônicas de Adulão.

Atualmente é palestrante e trabalha com a juventude evangélica em Belo Horizonte, cidade onde nasceu e ainda reside com seu marido, Wellington Fabiano Montebeler e o filho deles, Guilherme. Ela nos convida para conhecer Israel nos livros e para um café com queijo em BH.

Elá é autora do livro "O Vale de Elah".

Fonte: Arca Literária



Book Tour #2: O Vale de Elah, Carla Montebeler

8

Olá leitores.

Vim apresentar a vocês o segundo Book Tour do qual estou participando, dessa vez com o livro O Vale de Elah da autora parceira Carla Montebeler, Editora Multifoco.


Sinopse:

O Vale de Elá começa com as reminiscências do ancião Samá, relembrando seus tempos de combate na construção do Reino de Israel. Quando jovem, a ambição de sua mãe o leva a fugir do povoado onde morava para salvar sua irmã de um casamento imposto e da dívida recorrente da negociação do dote. Ele integra então aos guerreiros que haviam rompido com o rei daquela época, Saul, e aliado a Davi, candidato a sucessor do trono devido a uma profecia. A jovem aldeã Nazaré acompanha seu amado nesta fuga e o trio chega ao vale de Elah, onde são recebidos e integrados à comunidade que vivia na caverna de Adulão. Samá percebe que a vida de pastor de ovelhas havia ficado para trás quando inicia seu treinamento de combate nesse grupo formado de guerreiros descontentes com o sistema em vigor. Devido a sua altura e grande destreza com a espada, logo ele passa a contar com a confiança e amizade não só de Joabe, capitão que treina os milicianos, mas do próprio Davi.O drama de Davi e sua família, os motivos da ruptura entre Saul e seu principal capitão, coincidem com o início da formação da família de Samá. A calma da narrativa desse primeiro tomo esconde um segredo: muito drama, guerras, risos e lágrimas ainda estão por vir. Deixe-se conduzir nas memórias de um homem para ver o descortinar do surgimento de todo um reino através da história desse reino: os hebreus!

O livro chegou ontem, dia 21 em minhas mãos, em breve resenha dele aqui no Blogando Linhas, fiquem ligados!!!
O Vale de Elah ainda viajará pelo Brasil passando pelas mãos de outras duas blogueiras, a Gabrielle Garcia e a Karina Pinho.

#2 Bateu Saudade...Jack Kerouac

4

Boa tarde gente! Início da semana começando com mais um post do Bateu Saudade. Hoje com um escritor em pauta.

Nesta data, 21 de outubro de 1969 morria o escritor norte-americano Jean-Louis Lebris de Kerouac, conhecido como Jack Kerouac, aos 47 anos. Ele era mais novo de três filhos de uma família franco-canadense. Aos 6 anos começou a aprender inglês. Teve uma infância séria, onde era muito dedicado à mãe. Frequentou um colégio jesuíta e ajudou o pai numa fábrica de impressão. Um de seus traumas mais trágicos, que voltaria relatado nos seus romances, foi a morte do seu irmão Gerard quando ele tinha apenas nove anos.



Em 1950, publicou seu primeiro romance, "The Town and The City", que tratava sobre os tormentos sofridos na tentativa de equilibrar a vida selvagem da cidade com os seus valores do velho mundo. E devido a sua composição, não chegou a lhe trazer fama.

Em abril de 1951, escreveu o livro "On The Road", sua grande obra-prima. Livro esse que seria consagrado mais tarde como a “Bíblia Hippie”, em apenas três semanas. O fôlego narrativo alucinante do escritor impressionou bastante seus editores. Jack usava uma máquina de escrever e uma série de grandes folhas de papel manteiga, que cortou para servirem na máquina e juntou com fita para não ter de trocar de folha a todo momento. Redigia de forma ininterrupta, invariavelmente sem a preocupação de cadenciar o fluxo de palavras com parágrafos. Porém, somente em 1954, é que "On The Road" foi publicado.

Esse livro teve inspiração autobiográfica, e descreve viagens de Sal Paradise e Dean Moriarty pelos EUA e México. Apesar da fama que esse livro lhe trouxe, o deixou também atormentado, pois apesar de críticas positivas como a que teve do jornalista Gilbert Millstein no jornal do The New York Times, fora taxado de imoral pela sua obra.

Jack também sucumbiu aos encantos dos vícios da bebida e medicamentos, só escrevia a base benzedrina e anestésicos, pois considerava que somente os dois o faziam escrever de forma mais clara e organizada.

Logo após a publicação, Jack trabalhou intensamente em outros projetos. “The Dharma Bums”, lançado em 1958, foi a tentativa do escritor de estabelecer afinidades com o Budismo. É o relato de uma escalada com o amigo poeta Gary Snyder em busca de realizações espirituais.

Com isso, seu vício no alcoolismo se intensificou e em 21 de outubro faleceu em decorrência de uma cirrose hepática em um hospital na Flórida.

Após sua morte, seu amigo e agente literário Allen Ginsberg declarou “Eu não conheço outro escritor que teve influência tão produtiva quanto Kerouac, que abriu o coração como escritor para contar o máximo dos segredos da sua própria mente”.

Fonte: Wikipédia

Tenho até um dos Diários do Jack Kerouac (1947-1954), publicado pela Editora L&PM, versão Pocket, mas ainda não li.





Novas Parcerias #1 - Outubro

4

Olá queridos. 

Com esse post vim apresentar os dois novos parceiros do Blogando Linhas.



Eu gostei desse blog, bem mimoso, com resenhas e informações de livros bem diversificados.




Jeferson Bandeira é Brasileiro, natural de Curitiba, Professor e Escritor, 33 anos. Possui cerca de 246 textos publicados, dentre eles Contos e Crônicas. Seu livro mais recente é o Agonias Ilustradas, um livro composto por micronarrativas. 

E esse mais novo livrinho já se encontra nas minhas mãos e em breve, vocês encontrarão a resenha dele aqui no Blogando Linhas. Posso adiantar que adorei a proposta do livro e que já comecei a ler e estou gostando.


* Ficou interessado? O livro pode ser adquirido por 10 reais diretamente com o autor. Entrem em contato.

* Conheçam um pouco mais dele no site Recanto das Letras, nele vocês terão acesso a seus textos publicados e mais sobre o autor.

* Página do autor no Facebook aqui.

[ Resenha ] O Imortal - Vanessa Bosso

4
Música tema da resenha: Apocalyptica - Bittersweet

Mais um livrinho da Vanessa lido! =D

O Imortal conta a história de Nicolas, um homem imortal. Eu comprei o ebook em julho mas terminei lendo somente agora. Pelo título imaginamos que a imortalidade do Nicolas advém do fato de ser um vampiro, mas nada tem a ver com isso. Nicolas é um Alquimista, herança de família, seus ancestrais também dotavam de curiosidade e conhecimento extraordinários.

O Nick tem 533 anos de idade. E ao contrário do que muitos esperam, a imortalidade não foi uma experiência positiva para ele; ao contrário, foi uma maldição. Ao longo de sua existência a única coisa que o motiva a viver é  a cura da imortalidade, e por isso diariamente se dedica a tal finalidade. E na maioria das vezes, sem avanço. 

Os primeiros capítulos do livro nos faz mergulhar no mundo do Nicolas, conhecemos um pouco mais sobre ele, sua ocupação e planos. E somos apresentados ao seu universo depressivo também, pois ele é muito infeliz; se não está trabalhando na cura da imortalidade está tecendo pensamentos suicidas. E se não fosse por seu fiel amigo, muito companheiro, o Pierre ele já teria feito uma bobagem das grandes. Durante todos esses anos, este se tornou seu alicerce. Não deve ser fácil assistir a seus amigos e pessoas queridas partirem e você não, sendo condenado a sofrer pela ausência dessas.

Quanto ao amor...o Nick nunca conheceu esse de verdade, e por isso as relações carnais lhe "supriam" e eram encaradas com muita naturalidade. Porém, sua opinião começa a mudar quando inesperadamente o destino coloca em seu caminho uma linda moça, e desde o momento em que a vê essa causa sensações nele. Mexido com isso, Nicolas entra em um conflito, entre o Amor e seu segredo, como conciliar os dois. Ele então adentra em uma realidade de paixão, desejo, medo e incertezas.

" Essa mulher despertou um coração que se encontrava adormecido e que, sinceramente eu acreditava estar atrofiado".

É bem bonita a construção que a Vanessa faz do Nicolas, pois ele é um homem muito doce mesmo tendo sofrido durante todos esses anos. E pela primeira vez encara uma possibilidade de ser feliz, pois se vê apaixonado e de forma muito intensa. É um momento que gostei bastante, conhecemos um pouco mais sobre esse seu lado. 

O Nick por ser um homem muito vivido, ele é muito culto e filosofar se tornou algo que fazia com muita frequência e  foi outra coisa que eu gostei bastante, principalmente dos seus paradoxos temporais.

O final foi ótimo, e considerei inesperado. Livros assim são muitos bons pois você se vê especulando e termina se surpreendendo com o desfecho.

Super indico esse livro; a cada livro consigo me surpreender com a Vanessa, seus livros sempre me tocam, me instigam na leitura e ao final, termino apaixonada, como sempre, por suas obras.

#InLove mais uma vez.



Informações adcionais

* Adicione o livro no Skoob: aqui
* Adquira-o na Amazon: aqui
* Conheçam o novo Website da autora e conheça um pouco mais sobre ela e suas obras: aqui

DICA: Se cadastre no site e ganhe gratuitamente um dos seus contos, Soterrados.

 
P.S. A banda citada na música tema da resenha, é mencionada no livro, não conhecia a banda então fui ouvir algumas de suas músicas e escolhi essa, achei que tinha relação com o livro. Agora a mais ouvida no site Letras de Músicas do Portal Terra e no Vagalume é I Don't Care e você poderá estar ouvindo aqui.

Beijocas. ^^

#2 Lançamento Pausa - Collenn Hoover

4

Bom dia!!!
Para aqueles que viraram fã do casal Will e Layken, animem-se pois Pausa, a sequência de Métrica já está em pré venda na Saraiva. Quem quiser garantir seu exemplar já pode comprá-lo aqui, o lançamento está previsto para o próximo dia 08 de novembro. (Eu já garanti! \o/)

Sinopse: 

Sequência de Métrica, continua a história do jovem casal Will e Layken. Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento dos dois enfrenta novos desafios. A ex-namorada de Will retorna, arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas razões nos comportamentos do rapaz. E na sua insistência para adiar a “primeira vez” de ambos. Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou se fruto da extraordinária situação que os uniu.

Ansiosa! \o/

Book Tour #1: A Garota das Cicatrizes de Fogo, Ricardo Ragazzo

4


Oi gente. Esse é o primeiro Book Tour que estou participando. O livro em pauta é o do autor parceiro Ricardo Ragazzo, A Garota das Cicatrizes de Fogo, lançado pela Editora Novo Século.



Sinopse:

Quatro anos após o desaparecimento da filha e a misteriosa morte da esposa, Johnny Falco recebe uma pista que pode ajudá-lo a desvendar o caso. Um homem aparece morto com as mesmas características inexplicáveis de sua mulher: O CORPO NÃO PASSA DE UM ESQUELETO COM PELE. Seis anos após ter 80% do seu corpo queimado em um atentado, Lisa Gomez acorda em um hospital com uma incontestável diferença: TODAS AS CICATRIZES DE SEU CORPO DESAPARECERAM! E quando o destino dos dois se cruzarem na pequena cidade de Valparaíso, ambos descobrirão que as tragédias que cercam suas vidas estão muito mais interligadas do que poderiam imaginar.

O Livro correrá o Brasil e passará pelas mãos de 7 blogueiros, o primeiro que receberá o exemplar é o Blog Leitor Sagaz, em seguida o Blogando Linhas e em sequência pelo Leituras do Edu, Sem Querer Me Intrometer, Toca dos Livros, Quer me dar e Mais Versátil.

Não deixem de acompanhar os blogs envolvidos, pois além de conhecer diferentes opiniões existe a possibilidade de ao final do Book Tour ocorrer o sorteio do exemplar em parceria com todos os 7 blogs. 

Fiquem ligados.

[ Resenha ] Poção do Amor da Vanessa Bosso

8

Amanda, mais conhecida como Amy, seria uma adolescente comum se não fosse a sua família excêntrica e o fato de ser descendente de uma linhagem de bruxas. A Amy sempre se considerou a "normal" dentre todos os membros já que parecia agir da forma mais natural possível em meio a toda essa atmosfera sobrenatural. O único elo familiar de normalidade existente era com sua avó materna que infelizmente falecera.

Amy, tem duas amigas muito próximas, a Larissa e a Michelle, porém a Laris como carinhosamente é chamada é praticamente unha e carne com a Amy. Ahhhh, e claro que não poderia esquecer do Fox né, um jovem lindo, lindo, lindo de morrer que é...amigo da Amy, isso mesmo! Eles se conhecem desde da pré-escola, estudaram sempre juntos, se falam todos os dias, são amigos inseparáveis.

"Passa aquela mão enorme em sua franja espetada e só então abre seu famoso sorriso branco, daquele tipo que suga todo o oxigênio do ambiente"

O que a Amy nunca quis admitir e também nunca acreditou é que existisse algo mais entre os dois. Todos da sua família sempre disseram isso a ela, mas ela sempre negou viementemente tal possibilidade. Isso começa a mudar, quando, repentenamente, o Fox aparece namorando com uma garota repugnante, a Beatrisse. Ela então fica inconformada e com a "pulga atrás da orelha". E a mesma mágica que a Amy sempre quis afastar de si lhe parece a única que poderá ajudá-la a encontrar respostas.

Amy se dá conta que existe um elo forte entre os dois. E que precisa, mais do que nunca, deixar aflorar seu lado bruxa. E o destino, estará contra ou a seu favor?

" Ele é o meu passado e eu desejo do fundo da minha alma, que também seja o meu futuro ".

Minhas impressões:

Como sempre e isso não mais me surpreende, os livros da Vanessa me deixam imersos na história, minha mente divaga e não consigo me desconectar até terminar! rsrsrs...eu comecei a lê-lo na quarta à noite, e só não terminei porque estava muito cansada, então vim terminar ontem. Mais um livro que leio em 4 horas, mas com os livros dela sempre é assim, uma leitura envolvente.

Achei muito legal a referência a Merlin, e todos esses elementos místicos, pois me fizeram voltar no tempo e lembrar de quando por exemplo, assistia a fada Bella na Globo interpretada pela Angélica, e que entoava seu nome frequentemente. rsrsrs...o sobrenatural sempre foi algo que me atraiu desde criança.

E a tia dela? Pra mim é a Vanessa toda! kkkkkkkkkk...muito louca e divertida sempre! hahaha...Adorei.
Gente, só vocês lendo para curtir a história para valer. A Vanessa sempre nos encanta porque escreve de forma natural e divertida. É possível enxergar a Vanessa nos seu livros porque ela tem uma forma muito particular de escrever. Outra coisa interessante que percebo em seus livros é que ela tira elementos de uma obra dela para o próxima, é quase um indicativo ao leitor que vem mais um livro por aí.

Já li 4 livros dela e percebo nitidamente isso. Por exemplo, nesse livro tem um trecho que fala que o Fox possui olhos violáceos, esses mesmos olhos são tema principal do outro livro dela, que também li, "O Homem de Todas as Minhas Vidas" (Surreal e maravilhoso, por sinal). E nesse, "Poção do Amor", se refere aos elementais da terra, e recentemente saiu mais um dos seus livros, "O Despertar do Elemental".

Não sei se ela se deu conta disso, pode ser até loucura da minha cabeça, mas acho fabuloso. Recomendo todos os livros da Vanessa mesmo aqueles que ainda não li, pois tenho certeza que são ótimos; li 4 e fiquei fascinada. Entre eles, A Aposta, que recentemente saiu em versão impressa, e claro que não poderia deixar de adquirí-lo. Só estou aguardando chegar para reler o livro. Leiam e aposto que irão gostar.

* Para adquirir seus livros, acessem aqui a Amazon.com.br e conheça todos os títulos por ela publicados.

* Para adquirir A Aposta versão impressa, acessem aqui a Amazon.com, infelizmente só está disponível na americana.


#1 Bateu Saudade ... Piaf

2



Olá leitores.
Hoje decidi criar esse quadro no Blog, Bateu Saudade como forma de homenagear e reelembrar grandes artistas; cantores, autores literários, etc. 

A personalidade de hoje talvez muitos não conheçam, não faz parte da geração jovem, inclusive a minha (ainda sou jovem tá gente! rsrsrsr). Vim conhecer a cantora depois de assistir um filme que falava sobre ela junto com meu padrastro, e então ele contou um pouco mais sobre a sua história. Inclusive a atriz que a representou no filme ganhou o Oscar de Melhor Atriz.



Exatamente há 50 anos atrás morria a cantora francesa Edith Piaf, aos 47 anos, precocemente.
Édith Giovanna Gassion, ou simplesmente, Édith Piaf, nasceu em Paris, no dia 19 de dezembro de 1915. Foi uma cantora francesa de música de salão e variedades, mas foi reconhecida internacionalmente pelo seu talento no estilo francês da chanson. O seu canto expressava claramente sua trágica história de vida. Entre seus maiores sucessos estão "La vie en rose" (1946), "Hymne à l'amour" (1949), "Milord" (1959), "Non, je ne regrette rien" (1960). Essa última música, me recordo que foi destacada no filme. 



Ela recebeu o nome de Édith em homenagem a uma enfermeira britânica da Primeira Guerra Mundial que foi executada por ajudar soldados franceses a escapar dos alemães. Piaf, um nome coloquial francês para um tipo de pardal, foi um apelido dado a ela vinte anos depois.
Édith teve sua vida marcada por lutas e dramas. Ainda pequena, seus pais a deixaram sob os cuidados de sua avó materna que não tinha nenhuma noção de higiene e cuidado. Após 18 meses, seu pai a pegou de volta para criar. Ele participava de apresentações de circo intinerante.

Ainda pequena viveu em um bordel, e fora criada por prostitutas. A cantora aos 7 anos ficou cega por certo período após ter uma queratite (inflamação na córne), mas consta que se curou posteriormente depois de ter sido levada ao túmulo de Santa Teresa de Lisieux, da qual então se torna devota. Em 1929, cantou pela primeira vez. Aos 15 anos saiu de casa e fora fazer o que sabia de melhor, cantar. Aos 16 anos, se apaixona por um entregador. Aos 18 nos, dá a luz a uma menina que nasce e vem a falecer aos 2 anos de idade após contrair miningite. 

Pouco depois, namorou um cafetão por certo tempo a quem dava parte do que ganhava, em troca de não se prostituir. Em 1935, finalmente seu talento é descoberto . Depois disso sua carreira deslancha.

O grande amor da sua vida foi Georges Moustaki ("Jo"). Pouco depois de iniciarem a relação, ele morre em um trágico acidente de carro. O que faz Piaf mergulhar em um abismo.

Tantas perdas que teve colaboraram para que ela adoecesse e se tornasse viciada em morfina. Em 1963 ela morre em decorrência de uma hemorragia interna, em coma.

Fonte: Wikipédia

Vale a pena vê o filme, Piaf era muito talentosa. É uma pena ter morrido tão jovem. Parece que é o mal que acompanha os artistas hoje em dia; acredito que a falta de Deus, do amor sejam os responsáveis por tantas tragédias envolvendo grandes celebridades.

Se vocês fizerem uma análise, artistas como Elvis Presley, Whitney Houston, Freddy Mercury, entre outros, morreram por drogas, sozinhos, depressivos. E buscavam aplacar o vazio que existia, mas que com bebidas, drogas, medicamentos não poderiam preencher. É preciso cuidar também da espiritualidade.

Finalizo com o vídeo com um dos grandes sucessos da Piaf, NON, JE NE REGRETTE RIEN.




[ Resenha ] A Lista do Nunca de Koethi Zan

6


Jennifer e Sarah após um acidente de carro, que é evidente que as traumatizou, passam a escrever a Lista do Nunca, uma série de ações que devem ser evitadas e as praticadas devem seguir regras específicas, e assim fizeram por muito mesmo. Ao completarem 16 anos começam a se organizar para a faculdade. Pouco depois de iniciá-la, em um dia após uma festa, entram em um carro que achavam ser um táxi.

Ao adentrar nele a Sarah percebe que algo está errado; e ela não estava enganada. Ela e sua amiga são sequestradas por um homem adepto de sadomasoquismo. E por três anos elas são torturadas por ele até Sarah conseguir fugir.

" Talvez o universo tenha nos brindado com uma justiça perversa no final...a atração das coisas comuns se mostrou irresistível".

A vida da Sarah nunca mais foi mesma, desenvolveu uma espécie de Síndrome do Pânico, não saía mais e seu contato com o mundo externo se restringia ao Porteiro do prédio em que morava, que lhe passava correspondências e comida.

" Talvez seja isso o que fazem as pessoas bem ajustadas _ Elas se ajustam. E é isso o que significa ser jovem e preparado para a vida _ você supera o passado, qualquer que seja ele, e se obriga a ser livre".

Mesmo com acompanhamento psicológico, ela não evoluiu. E dez anos depois, o pânico toma conta de Sarah novamente, o seu passado a assombra, pois o seu sequestrador está prestes a sair da prisão. E então ela percebe que precisa fazer algo para impedir isso, mas conseguiria!?

Eu gostei muito mesmo do livro, faz uma análise bem psicológica. Ele é narrado do ponto de vista da Sarah. A primeira parte fala um pouco sobre a vida das sequestradas e aprofunda posteriormente com detalhes da época do cativeiro, faz um jogo de flashback, alternando entre o presente e o passado. E a segunda parte, mostra uma verdadeira reviravolta na vida de Sarah, ela vencendo um desafio atrás do outro, desvendando coisas antes desconhecidas. Achei surpreendente o final.

É interessante como a autora traça o perfil de Sarah; antes, durante e depois do sequestro. Primeiramente esboçando o seu perfil como uma garota normal, comum, no controle de suas emoções. Posteriormente, quando sequestrada e durante o cativeiro, se modificando e perdendo sua identidade. E posteriomente, mostra os efeitos do trauma, como ela se torna uma pessoa desconhecida para ela mesma, não sentia mais emoção. Gostei bastante disso.

"O cativeiro faz coisas com as pessoas. Mostra que podem ser rasteiras. Que são capazes de fazer qualquer coisa para permanecer vivas e sofrer um pouco menos do que no dia anterior".

 A Lista do Nunca é um livro sinistro instigante, existem momentos em que se sente medo, apreensão.  Nunca pensei que sentiria isso lendo um livro. É o primeiro que leio que foge da linha dos romances e do gênero Sick-lit.

Avaliei com 5 estrelas.

* Para comprar, compare os preços aqui.

#PROMOÇÃO Primavera do Amor

14

Olá gente! 
Resolvi fazer essa promoção em homenagem a essa linda estação que se chama Primavera e tem tudo haver com esse sentimento lindo e profundo que se chama Amor.

Regras:

1 - Para participar é necessário seguir algumas regras. Com a nova política para sorteios estipulada pela Portaria de nº 422, de 18 de julho de 2013, apenas os três primeiros itens do formulário do Rafflecopter obrigatoriamente deverão ser preenchidos. Os demais itens são de preenchimento facultativo, porém seria muito bacana que assim o fizessem pois estarão prestigiando o meu  trabalho como blogueira.

2 - Escreva nos comentários deste post que está participando juntamente com a resposta da pergunta que estará no formulário abaixo.

3 - Lembrando que o item, Twittar a frase da promoção, pode ser divulgado diariamente, o que aumentam as chances de o participante ser contemplado, já que o próprio Rafflecopter possibilita isso.

4 - A Promoção tem início hoje, dia 08/10/2013 e finaliza no dia 08/11/2013, sendo o resultado divulgado até o dia seguinte, ou seja, 09/11/2013 pela ferramenta Rafflecopter e será apenas UM contemplado.

5 - O livro será enviado por mim e poderá levar até 30 dias para chegar ao seu destinatário. (Não me  responsabilizo por extravios dos correios)

6 - O ganhador terá o prazo de 72 horas (3 dias) para responder ao contato que será feito por mim após a divulgação dos resultados. E em caso de não resposta, o sorteio será refeito. (Verifiquem o lixo eletrônico, pois as vezes é encaminhado para lá quando o endereço do remetente não faz parte da lista de contatos).

7 - O participante deverá ter endereço no Brasil para o envio do prêmio.

Participem e Boa Sorte!!!



a Rafflecopter giveaway
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...